12 de março de 2015

Drenagem Linfática Para que Serve – e o que é ?

Por Fitness

Drenagem linfática para que serve?

Cada vez mais mulheres estão à procura de tratamentos como a Drenagem linfática para melhorar a estética facial e corporal

Drenagem linfática para que serveE um dos tratamentos mais procurados hoje em dia, sem dúvidas é a

drenagem linfática, que faz uma desintoxicação no organismo

, e reduz a retenção de líquidos, ajudando a combater a tão temida celulite, que atinge mais de 90% das mulheres.

Mas além de proporcionar esses benefícios a pele, esse tratamento estético

também é indicado para outras funções.

Se você tem vontade de fazer drenagem linfática, mas não conhece quase

nada desse método, veja a seguir para que serve a drenagem que é linfática.

O que é drenagem linfática?

Antes de saber para que serve esse tratamento, é fundamental saber o que ele é.

Basicamente, a drenagem chamada linfática é uma técnica que é realizada com manobras lentas e suaves para ativar os gânglios linfáticos,

com o objetivo de fazer uma limpeza no sistema linfático.

Para quem não sabe o sistema linfático consiste em uma renda complexa de vasos que movem fluidos acumulados no corpo.

Essa técnica também tem o objetivo de fazer esse sistema trabalhar melhor ou de forma mais acelerada.

Uma drenagem linfática bem feita proporciona diversos efeitos positivos para a saúde e beleza como redução da retenção de líquidos,

melhora da circulação sanguínea, melhora da celulite, melhora na aparência da pele,

relaxamento corporal, eliminação de toxinas e melhora do sistema imunológico.

Ou seja, a drenagem não deve ser considerada apenas como um tratamento que visa a estética, mas também a saúde de uma forma geral.

Para que serve a drenagem linfática?

Para que serve a drenagem linfática

A drenagem linfática serve para várias coisas, já que proporciona benefícios tanto para a saúde como para a estética.

Por isso, ele é indicada para tratar ou prevenir:

Edemas e linfedemas:

Isso porque a técnica tem o poder de ativar a circulação sanguínea ajudando a reduzir a retenção de líquidos e a regenerar o sistema linfático. No entanto,

dependendo do estágio do problema, também são necessárias outras medidas para complementar o tratamento.

Celulite:

A drenagem linfática também serve para tratar a celulite que é a inimiga número 1 das mulheres.

A técnica ajuda a melhorar o problema, pois ajuda a eliminar os líquidos e toxinas que ficam acumulados e que só pioram o problema. Além disso,

por aumentar a circulação, o método é muito eficiente no combate a celulite.

Insuficiência venosa crônica:

Esse problema causa uma disfunção nas veias das pernas, impedindo que elas bombeiam um volume suficiente de sangue de volta ao coração.

A drenagem é muito indicada para tratar esse problema, pois ajuda na redução do edema de forma rápida e eficaz,

eliminando todo o excesso de líquido que piora o problema.

Cefaleias e nevralgias:

A dor de cabeça do tipo tensional é uma das mais comuns. A drenagem manual é indicada para esses problemas,

pois aumenta a circulação do local, além de proporcionar um relaxamento geral,

o que contribui para a diminuição da dor e do espasmo muscular.

Tratamento pós-cirurgia plástica:

Resultado de drenagem linfática

Muitos médicos recomendam que suas pacientes que acabaram de fazer uma cirurgia plástica, façam sessões de drenagem.

A técnica é indicada nesse caso para drenar edemas, melhorar a regeneração da cicatriz e para aliviar quadros de dor. Portanto, quando a drenagem é feita logo após a cirurgia, o paciente se recupera mais rápido.

Além de saber que para que serve a drenagem linfática, não se esqueça que também existem as contraindicações dessa técnica.

Por exemplo, quem tem hipertensão, tumor, câncer, trombose, infecções, entre outros problemas graves,

não pode se submeter a drenagem linfática. Por isso, antes de realizar qualquer tratamento estético,

é preciso informar os problemas que você tem ao profissional.

Renato Menezes